Semanas de Moda – Verão 2013 – SPFW – Dia 06

Salvador que salva, Salvador Baia de Todos os Santos, Salvador do axé e do rock, dos santos e Orixás, de Caetano e Pitty, de muitos contrastes e para todos. Não é apenas do mar que nasce o verão 2013 da Cavalera.
No desfile apresentado num ferro velho da Mooca, no meio de tudo aquilo que não tem mais função para a sociedade, que a marca mostrou as contraposições entre a força urbana e a leveza da praia.
Desse olhar foi recortado diversas referências, como azulejos portugueses, fios de cobre e aço, colares e miçangas, pérolas, cordas de navios, cintos de capoeira, imagens religiosas, prédios decadentes, paredes enferrujadas e cheias de infiltrações que inspiraram as nuances de cores. O universo jeans é o foco da marca. Bermudas femininas foram cortadas a fio, como se a roqueira, na praia, tivesse navalhado sua calça. Para completar esse guarda-roupa os tops e vestidos são confortáveis, usados em diversas sobreposições. O masculino flerta nos casados entre o street e a alfaiataria, num grande mix de matérias, formas e modelagem. As calças são justas e as bermudas bem soltas.
Tecidos: Tecidos resinados Vicunha do universo jeans são destaque na coleção. Estampados exclusivos digitais em sarja, malha e viscose, gaze Bahia, linho leve misturado com fios de metal, richelieu em georgette de seda e macramê feito com couro ecológico.
Cores: Azul malibu, verde maçã e bandeira, amarelo aurora, bronze, off white e preto.
Acessórios: Os acessórios em evidência incluem s sapatos pesados superurbanos em quatro versões: sandália baixa e alta, bota e tênis, todos em couro com aviamentos em metal bronze.
Conhecido por sua moda festa exuberante, que, por vezes, flerta com a cafonice, o verão 2013 de André Lima finalmente mostra algo mais.
Sim, a exuberância está presente – como nos incríveis maxi brincos de leque, nos babados (menores do que de costume) e no look de Vivi Orth, que fechou o desfile numa veste volumosa e com capa, bem YSL, contudo, os blazers, as calças de cintura alta, os cintos de elefantes, o tubinho de chevron e os ternos de jacquards de seda, mostram um estilista revitalizado e, com um pé na realidade.
A mudança de horário de apresentação – que fechava o último dia – foi muito positiva, pois mostrou roupas mais ‘limpas’, sem tantas elaborações arquitetônicas, que, por diversas vezes, cansavam o olhar.
Com o tema “A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Julio Verne”, a Têca por Helô Rocha faz sua estreia no SPFW, depois de desfilar no Fashion Rio.
Ela apresenta uma modelo jovem, para garotas que gostam de saias curtas, estruturadas, acinturadas e com estampas de balões, mapas, cordas e cartas de viagens – detalhes que surgiram em outras peças.
As cores são menta, tangerina, goiaba, nude e preto.
Destaque para os ‘conjuntinhos’ de alfaiataria estruturada e estampada.
‘Um olhar sobre obras de Hélio Oiticica e Luis Barragán’ é o tema da coleção verão 2013 de Fernanda Yamamoto, no último dia de desfiles do SPFW.
Sua tradução veio na mistura de texturas (poliéster com aspecto de plástico com armação de tule e bordados com fios coloridos – em especial acerto nas peças laranjas), em silhuetas, ora justas e estruturadas, ora amplas e armadas, formas geométricas e dobraduras bem elaboradas.
Os vestidos e camisas ‘Metaesquema’, o qual quadrados de crepe são costurados um a um chamam a atenção, apesar de passar a ideia de serem muito frágeis.
Materiais: Jacquards, malha de algodão, crepe, poliéster, tule de armação
Cores: Azul royal, rosa, laranja, amarelo, nude, lilás e vermelho.
‘Abra suas asas, solte suas feras, caia na gandaia, entre nesta festa’.
As apresentações da Amapô, das estilistas Carolina Gold e Pitty Taliani, deixam muito claro que o grupo As Frenéticas – garçonetes/cantoras que eternizaram pela canção tema da novela ‘Dancin’Days’ – são ícones da cultura pop nacional.
Só assim para entender e se divertir com a coleção do verão 2013 da Amapô. É uma moda irreverente e sem compromisso de mostrar alguma revolução estética de formas ou modelagem. São roupas – as femininas, em especial, que parecem que saíram de um brechó e foram turbinadas por elementos de uma loja de artigos de festa.
As mulheres Amapô usam babados com franja de canutilhos e os homens, saruel, túnicas e t-shirts coloridas.
As cores são laranja, amarelo, rosa, azul, verde, lilás e branco.
Fechando a temporada do verão 2013 do SPFW, o desfile de Samuel Cirnansck apostou numa moda festa extremamente luxuosa e bem-feita.
A inspiração foi Ninfas (modelos se sentavam em balanços na passarela), peixes e Art Noveau (na elaboração dos bordados).
Com metros de tule, gazar descolorido nas pontas, bordados de pérolas e abalones (camadas de madrepérola), Samuel trabalhou com três cores – beges, off-white e preto, em vestidos transparentes, com cintura marcada e saias amplas e fluídas.
As joias são da Gharimpeira, calçados Jorge Bischoff e clutches Daniela Motti.
(Fotos: Agência Fotosite)